Felipe Cabral

Oficina Representatividade LGBT no RIO FGS 2018

2018

Oficina sobre “A Representatividade LGBT na literatura e nas artes”, ministrada por Felipe Cabral, dentro do Rio Festival de Gênero e Sexualidade 2018.

Qual a real importância de termos histórias centradas em personagens LGBTs? Qual o impacto dessa representatividade na construção de uma identidade positiva para nossa comunidade? Para conversar sobre o tema, a oficina contou com o diretor, ator e roteirista carioca Felipe Cabral, idealizador do canal “Eu Leio LGBT”, onde compartilha dicas e informações sobre literatura, cinema e teatro voltados para a diversidade sexual. Felipe compartilhou sua experiência com seus curtas LGBT (“Gaydar” e “Aceito” são dois deles), sua passagem pela novela “Totalmente Demais” – onde escreveu sequências contra a homofobia -, pelo humorístico “Vai Que Cola” e sua atuação no projeto que mantém online sobre literatura LGBT, o “Eu Leio LGBT”. Com um acervo de mais de 160 livros, debateu sobre a literatura lésbica, a nova safra de livros com autores trans, a tão comercial e abundante literatura infanto-juvenil, a importante literatura infantil, os livros que abordam o HIV, os clássicos, os quadrinhos e as editoras voltadas exclusivamente para publicações LGBT.

SERVIÇO:

Dia 10/07, Terça-feira, às 18:30h

Duração: 2h.

Entrada Gratuita.

Instituto Cervantes – Rua Visconde de Ouro Preto, 7 – Botafogo, RJ.

LINKS RELACIONADOS:

Página Oficial do Evento – Rio Festival de Gênero e Sexualidade 2018

> Instituto Cervantes – La representatividad LGBT en la literatura y las artes